quarta-feira, maio 14, 2014

O Dia G

Hoje eu morri um pouquinho, ou melhor, parte de mim morreu. A partir de hoje, eu não sou mais o Léo do Editorial, ou o Léo Pollisson do Groupon. Sou o Léo, o caipira, o Brasilândia, o Palmeirense. Sou feliz por tudo o que plantei e tudo o que colhi no Groupon. Vi muita gente boa ficar ótima e muita gente ótima ficar péssima. Mas a vida é assim mesmo. Ontem, depois de uma crise de estresse, ansiedade, pensei que era hora de ir.
Hoje eu vou embora, mas muito de mim fica lá naquela sala. E muito dela vem junto comigo. Eu não sei como será daqui pra frente. Mas não tenho medo. Todos os dias me propus ir até lá e colocar meu sangue à disposição e fiz isso muito bem. A única coisa que eu queria fazer e fiz com certeza foi deixar meus pais e minha família orgulhosa. 
Sendo assim, além da saudade vou embora com a sensação de dever cumprido. E logo menos estou de volta ao mercado. 
Enquanto isso, vou fazendo as duas coisas que eu sei fazer de melhor; escrever e espalhar alegria.
Aos que ficaram, façam o seu melhor. Sempre vale a pena!




E foi assim que tudo acabou

"Acabou. Depois de 3 anos e 26 dias, deixei o Groupon Brasil. Não faria nada diferente, passaria por tudo outra vez, pelas madrugadas sem fim, pelas dobras, textos, GVs, treinamentos, vídeos institucionais. Daria as mesmas broncas e conselhos, aceitaria as críticas e os elogios, abraçaria a causa, sempre. Porque? Porque meu DNA é verde. Simples assim. As mudanças são sempre necessárias, a evolução é constante e assim, o casamento chegou ao fim (ao menos eu não vou gastar nada na separação). O que importa é o respeito que eu sempre tive por todos que cruzaram minha trajetória, sem ver cara ou crachá. Eu vou sentir falta de muitas coisas, de muitas pessoas. E sei que vou fazer falta também. Se não fui o mais brilhante, certamente fui o mais esforçado e essa é a lição que eu vou levar pra sempre. Quando eu entrei, eu era um redator cheio de sonhos e esperança, que queria muito trabalhar naquela empresa tão jovem, cheia de energia e sem muita organização. Saio como Editor-Chefe, certo de que fiz o melhor que eu podia. Saio como amigo, exemplo, ícone e, como disseram hoje, ídolo. Saio cheio de esperança de dias melhores para mim e para o Groupon, porque verde é a cor da esperança, do meu sangue e do meu coração.
Obrigado, a todos que convivi nesta época maravilhosa no Groupon Brasil. Por tudo. Para sempre.
Até breve!"


Nenhum comentário: